Artigos

Epidídimo - Epidídimo

Epidídimo

Canal sinuoso com o aspeto de um novelo com cerca de sete metros de comprimento que liga o testículo ao canal deferente. Os espermatozóides movem-se passivamente ao longo do canal num período de vários dias durante os quais amadurecem e adquirem capacidade fertilizante. Os espermatozóides concentram-se e armazenam-se na parte baixa do epidídimo até à ejaculação.

Testosterona - Testosterona

Testosterona

Hormona masculina produzida pelas células de Leydig no testículo, responsável pela presença dos caracteres sexuais masculinos secundários. Está também associada à espermatogénese e à produção de gonadotrofinas.

Orquite - Orquite

Orquite

Inflamação do testículo. Provoca dor, vermelhidão e inchaço do escroto e pode estar associada a inflamação do epidídimo. Esta afeção pode afetar um ou ambos os testículos. Costuma ser causada por uma infeção procedente dos canais deferentes, embora também possa ter sido causada por uma parotidite (papeira). A orquite da parotidite, de caráter bilateral, pode provocar esterilidade.

Orquidopexia - Orquidopexia

Orquidopexia

Intervenção que consiste em mobilizar um testículo e fixá-lo no escroto. A operação deve efetuar-se antes da puberdade para permitir que o testículo anteriormente localizado fora da bolsa escrotal tenha capacidade para se desenvolver normalmente.

Leydig - Leydig (células de F.)

Leydig (células de F.)

Células intersticiais do testículo, produtoras da sua secreção interna.