Artigos

Tumor - Tumor

Tumor

Um dos clássicos sinais de inflamação de um tecido, juntamente com os outros três (calor, vermelhidão e dor). O edema e a tumefação numa inflamação devem-se à exsudação de fluidos com conteúdo proteico procedente dos pequenos vasos sanguíneos, que se vai acumular entre as células da zona afetada. Também se costuma aplicar este termo ao desenvolvimento anormal de um tecido (benigno ou maligno).

Tecido mielóide - Tecido mielóide

Tecido mielóide

Tecido da medula óssea que dá origem aos diversos tipos de células sanguíneas.

Tecido linfóide - Tecido linfóide

Tecido linfóide

Tecido responsável pela produção de linfócitos e anti-corpos. Encontra-se em órgãos independentes, como os gânglios linfáticos, as amígdalas, o timo e o baço e também formando grupos difusos de células integradas no tecido à volta.

Tecido - Tecido

Tecido

Conjunto de células especializadas em realizar uma determinada função. As células podem ser do mesmo tipo ou de tipos diferentes. Os órgãos são formados por conjuntos de tecidos.

Perfuração - Perfuração

Perfuração

Formação de um orifício num órgão, tecido ou canal. Pode produzir-se no decurso de uma doença, como por exemplo, uma úlcera duodenal, um divertículo do cólon ou um cancro do estômago, permitindo dessa forma, a entrada do conteúdo intestinal na cavidade peritoneal, o que provoca uma inflamação aguda (peritonite), com dor abdominal intensa e choque. O tratamento consiste na reparação cirúrgica da perfuração, embora um tratamento consevador com antibióticos possa induzir uma cura espontânea. A perfuração pode ocorrer por acidente com instrumentos.

Periartrite - Periartrite

Periartrite

Inflamação do tecido situado à volta de uma cápsula articular, incluindo tendões e bolsa. A periartrite crónica, que pode ser espontânea ou consequência de um traumatismo é uma causa habitual de dor e rigidez do ombro. Costuma responder a injeções locais de esteróides e à fisioterapia.

Glândula pineal - Glândula pineal (epífise)

Glândula pineal (epífise)

Massa de tecido do tamanho de uma ervilha unida mediante um pedículo à parede posterior do terceiro ventrículo do cérebro, profundamente situada entre os dois hemisférios, na parte posterior do crânio. Parece desempenhar um papel na iniciação do desenvolvimento das gónadas, embora esta afirmação seja incerta. Nos mamíferos segrega a substância hormonal melatonina. A glândula calcifica-se com o envelhecimento, provocando uma marca demonstrativa nas radiografias do crânio.

Hipoplasia - Hipoplasia

Hipoplasia

Subdesenvolvimento de um órgão ou tecido. A hipoplasia dental é a formação defeituosa das partes de um dente causada por uma doença (como o sarampo) ou por uma inanição durante o período de formação dentária.

Radionecrose - Radionecrose

Radionecrose

Necrose (morte) de um tecido, geralmente referido ao osso cuja capacidade para se curar foi reduzida marcadamente pela radioterapia aplicada a um tumor. Ocorre com facilidade em consequência de um traumatismo ou de uma prática cirúrgica depois de ser submetido a uma irradiação.

Músculo estriado - Músculo estriado

Músculo estriado

Tecido que forma a massa da musculatura corporal. Também se denomina músculo esquelético porque se insere no esqueleto e é o responsável pelo movimento dos ossos. Também é denominado músculo voluntário porque depende do controlo da vontade. O músculo estriado é composto por feixes paralelos de fibras multinucleadas.