Artigos

Excitante - Excitante

Excitante

Substância ou qualquer outro agente que exalta ou estimula qualquer atividade do organismo, em especial a atividade muscular ou nervosa (álcool, café, etc.).

Alergénio ou alérgeno - Alergénio (ou alérgeno)

Alergénio (ou alérgeno)

Substância que causa alergia num indivíduo hipersensibilizado. Os alergénios são muito variados podem afetar vários tecidos e órgãos. O pólen, as penas, o bolor e o pó podem originar a febre dos fenos. Os ácaros domésticos estão também implicados em algumas formas de asma. As drogas, os corantes, os cosméticos e numerosíssimas substâncias químicas podem causar rash e dermatite. Alguns alimentos alergizantes podem originar diarreias ou obstipação ou assemelhar-se a uma intoxicação alimentar bacteriana aguda. Quando um alergénio de um doente é identificado, pode tentar-se a dessensibilização para aliviar ou impedir os ataques alérgicos

Hormona tiróide - Hormona tiróide

Hormona tiróide

Substância que contém iodo, sintetizada e segregada pela cápsula tiróide. É essencial para os processos metabólicos normais e para o desenvolvimento mental e físico. Há dois tipos de hormonas tiróides: a tri-odotironina e a tiroxina. A falta destas hormonas dá origem ao cretinismo nas crianças e ao mixedema nos adultos. A produção excessiva das hormonas tiróides produz a tirotoxicose.

lcera - Úlcera

Úlcera

Solução de continuidade com perda de substância que pode ocorrer em diversos tecidos ou órgãos. A úlcera de decúbito aparece em doentes acamados devido ao aumento de pressão mantida durante demasiado tempo sobre zonas de apoio. Na pele dos membros inferiores de doentes com varizes pode aparecer uma úlcera varicosa devida a uma circulação deficiente. A perda de substância na mucosa que reveste o tubo digestivo origina úlceras cuja cura pode ser difícil (úlcera crónica).

Lecitina - Lecitina

Lecitina

Substância pertencente ao grupo dos fosfolípidos, importantes componentes das membranas celulares e que participam no metabolismo das gorduras no fígado.

Limiar - Limiar

Limiar

1. Valor mínimo que um estímulo precisa de ter para provocar qualquer fenómeno fisiológico.

2. Concentração de uma substância no plasma sanguíneo acima da qual a substância começa a ser excretada pelos rins e abaixo da qual não é excretada. Estas substâncias são chamadas substâncias com limiar.

Estrogénio - Estrogénio

Estrogénio

Substância capaz de estimular o crescimento da mucosa uterina. Os estrogénios são responsáveis pelo crescimento das glândulas mamárias, pelo trofismo da mucosa vaginal e, de uma forma geral, pelos caracteres sexuais secundários do sexo feminino. Os estrogénios naturais mais importantes na mulher são a estrona, o estradiol e o estriol, que são produzidos predominantemente pelos ovários. Durante a gravidez, a placenta produz quantidades muito grandes de estrogénios, sobretudo de estriol.

Gel - Gel

Gel

Substância de consistência gelatinosa e firme, embora contenha muita água. Alguns medicamentos insolúveis são administrados em forma de gel.

Proteína - Proteína

Proteína

Substância do grupo de composto orgânicos de carvão, hidrogénio, oxigénio e nitrogénio (o enxofre e o fósforo podem também estar presentes). A molécula proteica é uma estrutura complexa, formada por uma ou mais cadeias de aminoácidos unidos por enlaces peptídicos. As proteínas são os compostos essenciais do corpo. Formam a estrutura material dos músculos, tecidos, órgãos, etc., e são também importantes como reguladoras de funções, como as enzimas e as hormonas. As proteínas são sintetizadas no organismo a partir do seus compostos aminoácidos, que se obtêm por meio da digestão das proteínas da alimentação. O excesso de proteínas não requeridas pelo organismo pode transformar-se e glicose e ser utilizada como fonte de energia (neoglicogénese).

Fermento - Fermento

Fermento

Substância que produz reações químicas noutras substâncias, permanecendo ela própria inalterada.