Artigos

estrutura rna fig1 - ARN mensageiro

ARN mensageiro

Tipo de ARN que transporta a informação do código genético do ADN desde os núcleos celulares aos ribossomas, onde o código é traduzido em proteínas.

Mielina - Mielina

Mielina

Material complexo formado por proteínas e fosfolípidos que se deposita à volta dos cilindros-eixos de certos neurónios conhecidos como fibras nervosas mielínicas. O material é produzido e depositado em camadas pelas células de Schwann em intervalos regulares e ao longo da fibra nervosa. Os nervos miclínicos conduzem os impulsos mais rapidamente do que os não mielínicos.

Lipoproteína - Lipoproteína

Lipoproteína

Pertencente a um grupo de proteínas que se encontram no plasma sanguíneo e na linfa combinados com gorduras ou outros lípidos (como o colesterol). As lipoproteínas são importantes para o transporte de lípidos no sangue e na linfa.

Imunoglobulinas - Imunoglobulinas

Imunoglobulinas

Grupo de proteínas estruturalmente relacionadas, que atuam como anticorpos. As imunoglobulinas dividem-se em cinco classes, por ordem decrescente de concentração no sangue: IgG, IgA, IgM, IgD e IgE e, em várias subclasses. Podem separar-se por meio da imunoeletrodorese.

Fígado - Fígado

Fígado

Glândula maior do nosso organismo e que está situado na zona superior direita da cavidade abdominal. O fígado divide-se pelas fissuras em quatro lobos: o direito (lobo maior), o esquerdo, o quadrado e o caudado. Está ligado ao diafragma e às paredes abdominais por cinco ligamentos, entre os quais o ligamento falciforme, que separa os lobos direito e esquerdo e o ligamento fibroso redondo que deriva da veia umbilical embrionária. O sangue venoso contido pelos alimentos digeridos é conduzido ao fígado pela veia porta. As ramificações desta veia passam entre os lobos e terminam os sinusóides.

O sangue oxigenado é proporcionado pela artéria hepática. O sangue sai do fígado através de uma veia central em cada lobo que drena na veia hepática. O fígado enerva-se por meio das fibras nervosas parassimpáticas. O fígado tem um núemro importante de funções. Sintetiza a bílis que flui para a vesícula biliar antes de entrar no duodeno. O fígado é um lugar importante do metabolismo dos hidratos de carbono, das proteínas e das gorduras. Regula a quantidade de açúcar do sangue, convertendo o excesso de glicose; elimina o excesso de aminoácidos, desdobrando-os em amoníaco e finalmente em ureia; armazena e metaboliza as gorduras. O fígado também sintetiza o fibrinogénio, a protrombina (substâncias importantes para a coagulação) e a heparina, que é um anticoagulante. Forma os glóbulos vermelhos sanguíneos no feto e é o lugar de produção das proteínas plasmáticas. Desempenha um papel importante na desintoxicação de substâncias venenosas e destrói os glóbulos vermelhos lesados e outras substâncias indesejáveis, como o excesso de estrogénios na mulher. O fígado é também o lugar de síntese da vitamina A; esta vitamina é armazenada também no referido órgão juntamente com as vitaminas B12 e D.

Hipoproteinémia - Hipoproteinémia

Hipoproteinémia

Diminuição da quantidade de proteínas no sangue. Pode ser resultado de má nutrição, de produção insuficiente de proteínas (como ocorre na doença hepática) ou pelo aumento da perda de proteínas, como ocorre na síndroma nefrótica. Causa inchaço (edema) em consequência da acumulação de líquidos nos tecidos e aumento de suscetibilidade à infeções.