Artigos

Adstringente - Adstringente

Adstringente

Produto farmacêutico que provoca a redução do tamanho das células mediante a precipitação das proteínas da sua superfície. Os adstringentes utilizam-se em loções para endurecer e proteger a pele e reduzir a hemorragia de abrasões menores. Utilizam-se também nas lavagens da boca, gargarejos, gotas oculares, etc, e como antitranspirantes.

capa11 - Acromasia

Acromasia

Falta de pigmentação normal da pele.

sa6e - Acrodermatite

Acrodermatite

Inflamação da pele dos pés ou das mãos. A forma difusa e crónica produz inchaço e avermelhamento das zonas afetadas, que posteriormente se atrofiam. A sua causa é desconhecida, bem como o tratamento.

clear cell acanthoma degos1 - Acantoma

Acantoma

Tumefacção ou tumor na camada córnea da pele.

Mancha hepática - Mancha hepática

Mancha hepática

Mancha da pele de coloração acinzentada, conhecida medicamente pelo nome de lentigem senil.

querose - Querose

Querose

Estado crónico da pele caraterizado por coloração amarelo-suja, por acentuação dos poros pilossebáceos e por um ligeiro espessamento dos tegumentos.

Prurido - Prurido

Prurido

Comichão causada pela irritação da pele e algumas vezes por perturbações nervosas que induzem a pessoa a coçar-se na zona afetada.

Pápula - Pápula

Pápula

Pequena elevação superficial na pele.

Queratose - Queratose

Queratose

Qualquer proliferação córnea da pele. Há duas formas típicas. A queratose actínica é um crescimento verrugoso avermelhado bem definido ou da cor da pele, que ocorre na idade adulta ou senil, provocado pela exposição prolongada ao sol. A queratose seborreica consiste numas manchas ovais amarelas ou castanhas, com limites bem definidos e superfícies elevadas, que se desenvolvem na idade adulta.

Pêlo - Pêlo

Pêlo

Anexo cutâneo, de natureza córnea, que cresce da pele. Desenvolve-se no interior de um folículo piloso tubular. A parte que sobressai da pele apresenta três camadas: a externa ou cutícula; o córtex que forma o corpo do pêlo e que contém o pigmento que lhe proporciona a sua cor; e o núcleo central (medula) que pode ser oco. A raiz do pêlo, por baixo da superfície da pele expande-se pela sua base para formar o bulbo, que contém uma matriz com células de divisão. À medida que se formam as novas células, as mais velhas são empurradas para cima e queratinizam-se para formar a raiz e o fuste do pêlo. O pelo pode “eriçar-se” pela ação de um pequeno músculo eretor da derme, unido ao folículo piloso.