Artigos

Inoculação - Inoculação

Inoculação

Introdução de material infetante no organismo, através de uma pequena ferida da pele ou de uma membrana mucosa. Muitas doenças infeciosas são contraídas por inoculação acidental de micróbios. A inoculação também pode ser usada como medida preventiva contra as doenças. Assim, antes do uso das vacinas inoculavam-se os indivíduos com uma emulsão feita a partir das crostas dos doentes com varíola, com o fim de produzir uma forma atenuada da doenla e, desta forma, fornecer proteção contra ulteriores ataques mais graves. Usa-se um processo semelhante com outras doenças, inoculando uma dose adequada de bactérias mortas, chamada vacina.

transferir 13 - Aorta

Aorta

Artéria principal do organismo, de que derivam todas as outras. Começa no ventrículo esquerdo (aorta ascendente) para se arquear por cima do coração e descer diante da coluna vertebral (aorta descendente). Proporciona uma série de grandes e pequenas ramificações arteriais para acabar por se bifurcar nas artérias ilíacas primitivas direita e esquerda. A parte da aorta que desce desde o arco aórtico até ao diafragma denomina-se aorta torácica; a parte situada por baixo do diafragma chama-se aorta abdominal.

Lipogénese - Lipogénese

Lipogénese

Processo no qual a glicose e outras substâncias derivadas dos hidratos de carbono da alimentação se transformam em ácidos gordos no nosso organismo.

Insulinase - Insulinase

Insulinase

Enzima presente em alguns tecidos, como o fígado e os rins, que destrói a insulina no organismo.

fertilizacao in vitro - In vitro

In vitro

Descrevendo fenómenos biológicos que se produzem fora do organismo vivo (tradicionalmente num tubo de ensaio).

Fibra - Fibra

Fibra

Elemento de forma alongada que entra na constituição de numerosos tecidos do organismo.

Hormona - Hormona

Hormona

Substância que se produz numa parte do organismo (numa glândula endócrina como a tiróide, as glândulas suprarrenais ou pituitária), passa à corrente sanguínea e é transportada a outros órgãos ou tecidos distantes onde atua para modificar a sua estrutura ou funcionamento. Como exemplos de hormonas, os corticosteróides, a hormona do crescimento e os androgénios.

Excitante - Excitante

Excitante

Substância ou qualquer outro agente que exalta ou estimula qualquer atividade do organismo, em especial a atividade muscular ou nervosa (álcool, café, etc.).

sifilis - Sífilis

Sífilis

Doença venérea crónica causada pela bactéria espiroqueta Treponema pallidum, que provoca a formação de lesões por todo o organismo. A bactéria costuma transmitir-se durante uma relação sexual através das membranas mucosas da vagina ou da uretra. Raramente pode transmitir-se através de feridas cutâneas e arranhões. O treponema pode também passar de uma mulher grávida sifilítica através da placenta ao feto em desenvolvimento, permitindo que a doença se apresente ao nascer (sífilis congénita).

Pele - Pele

Pele

Membrana que reveste o organismo, formada por uma camada externa, a epiderme, e uma camada interna, a derme. Por baixo da derme existe uma camada de tecido gordo. A pele tem diversas funções. A epiderme protege o corpo contra os traumatismos e a invasão de parasitas. Ajuda também a evitar a desidratação do corpo. O conjunto dos pêlos eréteis, glândulas sudoríparas e capilares sanguíneos da pele faz parte do mecanismo regulador da temperatura corporal. Quando o corpo está demasiado quente, aumenta a perda de calor por meio da sudação e dilatação dos capilares. Quando o corpo está muito frio, as glândulas sudoríparas permanecem inativas, os capilares contraem-se e a camada de ar mantém-se sobre a epiderme por ação dos pêlos eréteis. Do mesmo modo, a pele atua como órgão sensorial (contém os recetores sensíveis ao calor, ao frio, ao tato e à dor). A camada de gordura por baixo da derme pode atuar como reservatório de alimento e água.