Artigos

fertilizacao in vitro - In vitro

In vitro

Descrevendo fenómenos biológicos que se produzem fora do organismo vivo (tradicionalmente num tubo de ensaio).

Fibra - Fibra

Fibra

Elemento de forma alongada que entra na constituição de numerosos tecidos do organismo.

Hormona - Hormona

Hormona

Substância que se produz numa parte do organismo (numa glândula endócrina como a tiróide, as glândulas suprarrenais ou pituitária), passa à corrente sanguínea e é transportada a outros órgãos ou tecidos distantes onde atua para modificar a sua estrutura ou funcionamento. Como exemplos de hormonas, os corticosteróides, a hormona do crescimento e os androgénios.

Excitante - Excitante

Excitante

Substância ou qualquer outro agente que exalta ou estimula qualquer atividade do organismo, em especial a atividade muscular ou nervosa (álcool, café, etc.).

sifilis - Sífilis

Sífilis

Doença venérea crónica causada pela bactéria espiroqueta Treponema pallidum, que provoca a formação de lesões por todo o organismo. A bactéria costuma transmitir-se durante uma relação sexual através das membranas mucosas da vagina ou da uretra. Raramente pode transmitir-se através de feridas cutâneas e arranhões. O treponema pode também passar de uma mulher grávida sifilítica através da placenta ao feto em desenvolvimento, permitindo que a doença se apresente ao nascer (sífilis congénita).

Pele - Pele

Pele

Membrana que reveste o organismo, formada por uma camada externa, a epiderme, e uma camada interna, a derme. Por baixo da derme existe uma camada de tecido gordo. A pele tem diversas funções. A epiderme protege o corpo contra os traumatismos e a invasão de parasitas. Ajuda também a evitar a desidratação do corpo. O conjunto dos pêlos eréteis, glândulas sudoríparas e capilares sanguíneos da pele faz parte do mecanismo regulador da temperatura corporal. Quando o corpo está demasiado quente, aumenta a perda de calor por meio da sudação e dilatação dos capilares. Quando o corpo está muito frio, as glândulas sudoríparas permanecem inativas, os capilares contraem-se e a camada de ar mantém-se sobre a epiderme por ação dos pêlos eréteis. Do mesmo modo, a pele atua como órgão sensorial (contém os recetores sensíveis ao calor, ao frio, ao tato e à dor). A camada de gordura por baixo da derme pode atuar como reservatório de alimento e água.

Sem título - Antigénio (ou antígeno)

Antigénio (ou antígeno)

Qualquer substância estranha ao organismo ou potencialmente perigosa e perante a qual se produz um anticorpo. Os antigénios costumam ser proteínas, mas qualquer substância, inclusive os metais, podem adquirir capacidade antigénica, combinando.se e modificando as próprias proteínas corporais.

images1 - Anestésico

Anestésico

Agente que reduz ou elimina a sensibilidade em todo o organismo (anestésico geral) ou numa região em particular (anestésico local). Os anestésicos gerais utilizados nas intervenções cirúrgicas deprimem o sistema nervoso central produzindo uma perda de consciência. A anestesia é induzida mediante os barbitúricos de ação curta e mantida por anestésicos de inalação. Os anestésicos locais inibem a condução dos impulsos pelos nervos sensitivos na região onde se injetam ou aplicam. Entre eles figuram a cocaína e a lidocaína.

Exsicose - Exsicose

Exsicose

Desidratação extrema do organismo.

Adenonatia - Adenopatia

Adenopatia

Aumento patológico dos gânglios linfáticos em qualquer lugar do corpo. Produz-se como consequência de inflamações ou infecções no organismo, já que os gânglios linfáticos são órgãos que contêm linfócitos, que constituem uma parte do
sistema imunológico defensivo do organismo.