Artigos

transferir24 - Diabetes

Diabetes

Perturbação do metabolismo dos hidratos de carbono, traduzido por um aumento de acúcar no sangue (hiperglicemia), que causa fome, uma sede intensa e a produção de urina. Utilizada como palavra única, o termo refere-se geralmente à diabetes mellitus.

Excreção - Excreção

Excreção

Eliminação de resíduos do metabolismo pelo organismo, principalmente através da função renal. Na excreção também se inclui a perda de água, sais e um pouco de ureia através das glândulas sudoríparas e dióxido de carbono e vapor de água pelos pulmões. O termo também se usa para designar a eliminação das fezes.

anabolizantes - Anabolizante

Anabolizante

Substância que promove o aumento do peso corporal por aumento do anabolismo proteico.

Lecitina - Lecitina

Lecitina

Substância pertencente ao grupo dos fosfolípidos, importantes componentes das membranas celulares e que participam no metabolismo das gorduras no fígado.

biocelof25 - Anabolismo

Anabolismo

Metabolismo construtivo e assimilativo; conjunto de processos pelos quais as substâncias alimentares são incorporadas pelas células vivas.

Fígado - Fígado

Fígado

Glândula maior do nosso organismo e que está situado na zona superior direita da cavidade abdominal. O fígado divide-se pelas fissuras em quatro lobos: o direito (lobo maior), o esquerdo, o quadrado e o caudado. Está ligado ao diafragma e às paredes abdominais por cinco ligamentos, entre os quais o ligamento falciforme, que separa os lobos direito e esquerdo e o ligamento fibroso redondo que deriva da veia umbilical embrionária. O sangue venoso contido pelos alimentos digeridos é conduzido ao fígado pela veia porta. As ramificações desta veia passam entre os lobos e terminam os sinusóides.

O sangue oxigenado é proporcionado pela artéria hepática. O sangue sai do fígado através de uma veia central em cada lobo que drena na veia hepática. O fígado enerva-se por meio das fibras nervosas parassimpáticas. O fígado tem um núemro importante de funções. Sintetiza a bílis que flui para a vesícula biliar antes de entrar no duodeno. O fígado é um lugar importante do metabolismo dos hidratos de carbono, das proteínas e das gorduras. Regula a quantidade de açúcar do sangue, convertendo o excesso de glicose; elimina o excesso de aminoácidos, desdobrando-os em amoníaco e finalmente em ureia; armazena e metaboliza as gorduras. O fígado também sintetiza o fibrinogénio, a protrombina (substâncias importantes para a coagulação) e a heparina, que é um anticoagulante. Forma os glóbulos vermelhos sanguíneos no feto e é o lugar de produção das proteínas plasmáticas. Desempenha um papel importante na desintoxicação de substâncias venenosas e destrói os glóbulos vermelhos lesados e outras substâncias indesejáveis, como o excesso de estrogénios na mulher. O fígado é também o lugar de síntese da vitamina A; esta vitamina é armazenada também no referido órgão juntamente com as vitaminas B12 e D.