Artigos

Endomiocardite - Endomiocardite

Endomiocardite

Inflamação crónica ou aguda do músculo e da membrana que reveste o coração. Quando a membrana que rodeia o coração (pericárido) está também afetada, esta estado denomina-se pancardite. As causas principais são a febre reumática e as infeções virais. Provoca aumento do tamanho do coração, embolia e frequentemente arritmias.

Pele - Pele

Pele

Membrana que reveste o organismo, formada por uma camada externa, a epiderme, e uma camada interna, a derme. Por baixo da derme existe uma camada de tecido gordo. A pele tem diversas funções. A epiderme protege o corpo contra os traumatismos e a invasão de parasitas. Ajuda também a evitar a desidratação do corpo. O conjunto dos pêlos eréteis, glândulas sudoríparas e capilares sanguíneos da pele faz parte do mecanismo regulador da temperatura corporal. Quando o corpo está demasiado quente, aumenta a perda de calor por meio da sudação e dilatação dos capilares. Quando o corpo está muito frio, as glândulas sudoríparas permanecem inativas, os capilares contraem-se e a camada de ar mantém-se sobre a epiderme por ação dos pêlos eréteis. Do mesmo modo, a pele atua como órgão sensorial (contém os recetores sensíveis ao calor, ao frio, ao tato e à dor). A camada de gordura por baixo da derme pode atuar como reservatório de alimento e água.

Hímen - Hímen

Hímen

Membrana que oblitera a saída ou o orifício externo da vagina no momento do nascimento, mas que costuma perfurar-se espontaneamente antes da puberdade. Se a abertura inicial é muito pequena pode rasgar-se com ligeira perda de sangue na primeira relação sexual. A membrana em forma de crivo, com um ou mais orifícios no centro, ou fissurada são os tipos mais comuns de hímen, que permitem a saída do fluxo menstrual em normalidade. Menos frequentes são as formas imperfuradas e as carnosas, que, além de impedirem às vezes a realização normal do coito, são também responsáveis pela hematrometria, ou seja, a retenção do sangue menstrual no útero e na vagina.