Artigos

Hepatite - Hepatite

Hepatite

Inflamação do fígado produzida por uma infeção vírica ou por algumas doenças como a disenteria amebiana e o lúpus. A hepatite infeciosa transmite-se através de alimentos ou bebidas contaminadas por um portador ou um doente e geralmente ocorre em condições sanitárias deficientes. Depois de um período de 15 a 40 dias, o doente inicia um processo febril com mal-estar. Uma semana depois aparece uma coloração amarela na pele, que persiste durante cerca de três semanas. Durante este período, a doença pode ser contagiosa. As complicações graves não costumam conferir imunidade. A hepatite sérica transmite-se por sangue infetado ou por canais sanguíneos que contaminam as agulhas para injeção, por transfusões sanguíneas ou por agulhas de tatuagem. Ver Icterícia.

Ileocolite - Ileocolite

Ileocolite

Inflamação simultânea do íleon e do cólon (intestinos delgado e grosso). As suas causas mais comuns são a doença de Crohn e a tuberculose.

Vaginite - Vaginite

Vaginite

Inflamação da vagina, que pode ser produzida por uma infeção, por meios contracetivos de aplicação ou por uma higiene escassa. Costuma provocar irritação, aumento da secreção vaginal e dores à micção. A vaginite pós-menopáusica é provocada por um défice de hormonas sexuais femininas.

Ventriculite - Ventriculite

Ventriculite

Inflamação dos ventrículos do cérebro, geralmente provocada por uma infeção. Pode ser consequência da rotura de um abcesso cerebral na cavidade de um ventrículo ou devida à disseminação de uma forma grave de meningite originada no espaço subaracnoideu.

Funiculite - Funiculite

Funiculite

Inflamação do cordão espermático. Costuma estar associado à epididimite e causa dores e edema no cordão. O tratamento consiste na administração de antibióticos e analgésicos.