Artigos

Hialite - Hialite

Hialite

Inflamação do corpo vítreo do olho. A hialite asteróide é uma doença degenerativa (mais do que uma inflamação) em que o corpo vítreo do olho contém numerosas pequenas opacidades brancas.

Hepatite - Hepatite

Hepatite

Inflamação do fígado produzida por uma infeção vírica ou por algumas doenças como a disenteria amebiana e o lúpus. A hepatite infeciosa transmite-se através de alimentos ou bebidas contaminadas por um portador ou um doente e geralmente ocorre em condições sanitárias deficientes. Depois de um período de 15 a 40 dias, o doente inicia um processo febril com mal-estar. Uma semana depois aparece uma coloração amarela na pele, que persiste durante cerca de três semanas. Durante este período, a doença pode ser contagiosa. As complicações graves não costumam conferir imunidade. A hepatite sérica transmite-se por sangue infetado ou por canais sanguíneos que contaminam as agulhas para injeção, por transfusões sanguíneas ou por agulhas de tatuagem. Ver Icterícia.

Ileocolite - Ileocolite

Ileocolite

Inflamação simultânea do íleon e do cólon (intestinos delgado e grosso). As suas causas mais comuns são a doença de Crohn e a tuberculose.

Escara - Escara

Escara

Crosta, originariamente de cor escura, que resulta de um tecido morto, por exemplo da pele, e se separa do tecido são depois de uma inflamação, infeção ou queimadura profunda. Ao destacar-se do tecido são, deixa uma zona deprimida (por vezes profunda) da cicatrização difícil.

Gengivite - Gengivite

Gengivite

Inflamação das gengivas provocadas pelas placas (próteses dentárias) na superfície dos dentes e nos seus colos. As gengivas apresentam-se tumefactas e sangram com facilidade. A gengivite crónica é um estado inicial da doença periodôntica, mas pode ser reversível com uma boa higiene bucal. A gengivite ulcerosa é dolorosa e destrutiva.

Gastrenterite - Gastrenterite

Gastrenterite

Inflamação do estômago e do intestino. Costuma dever-se a uma infeção aguda por vírus ou bactérias ou às toxinas de alimentos contaminados e provoca vómitos e diarreia. A doença dura três a cinco dias. Sobretudo nas crianças, a perda de fluidos é, às vezes, importante, sendo necessária a reposição por perfusão endovenosa nos casos de desidratação grave.

Osteomielite - Osteomielite

Osteomielite

Inflamação da medula óssea provocada por uma infeção. É um risco consecutivo a uma fratura complicada e é preciso ser extremamente cauteloso quando a medula óssea está exposta na cirurgia óssea e articular. Também pode ser devida a um microrganismo transportado pela corrente sanguínea. Na osteomielite aguda, mais frequente nas crianças, existe dor intensa, inchaço e vermelhidão no lugar da lesão, quase sempre ao nível da diáfise de um osso comprido, acompanhado por febre elevada e uma sensação de doença generalizada.

Foliculite - Foliculite

Foliculite

Inflamação de um folículo piloso na pele, geralmente causada por uma infeção. Observa-se geralmente no couro cabeludo e na barba, mas igualmente em outras áreas pilosas do corpo (pernas, etc.).

Flebite - Flebite

Flebite

Inflamação da parede de uma veia que quase sempre se apresenta nas extremidades inferiores como complicação das veias varicosas. Um segmento da veia torna-se doloroso e sensível ao mesmo tempo que a pele à volta fica quente e se apresenta avermelhada. Normalmente, desenvolve-se uma trombose (tromboflebite). O tratamento consiste na aplicação de ligaduras elásticas, assim como na administração de drogas para aliviar a inflamação e a dor. A flebite também pode apresentar-se como uma complicação de uma sépsis ou de um cancro, principalmente do estômago, brônquios ou pâncreas. No cancro do pâncreas, a flebite pode afetar diversas veias (tromboflebite migratória).

Esplenite - Esplenite

Esplenite

Inflamação do baço.