Artigos

Frenite - Frenite

Frenite

Inflamação do diafragma, em regra consequente a uma pleurisia diafragmática a uma pericardite ou a uma supuração infradiafragmática.

transferir19 - Conjuntivite

Conjuntivite

Inflamação da conjuntiva, que fica avermelhada, produzindo-se uma secreção aquosa ou purulenta. Provoca mais incómodo do que dor e não costuma afetar a visão. A conjuntivite é causada por uma infeção (em cujo caso costuma estender-se rapidamente ao outro olho), por alergia ou por uma ação irritativa física ou química. Bactérias, vírus e alergias são os agentes que podem causar uma conjuntivite.

Na originada por bactérias, o ardor é mínimo, costuma haver algumas lágrimas, muita secreção. Na conjuntivite vírica, o ardor também é mínimo, produz mais lágrimas, tem muito pouca secreção, manifesta-se em geral  nos dois olhos e é frequente aparecer um gânglio junto à orelha. A conjuntivite alérgica carateriza-se pelo fato de que os dois olhos se ressentem, picam, as lágrimas são escassas e não há secreções. O processo costuma resolver-se sem efeitos secundários no tempo de uma a três semanas. A infeção bacteriana responde aos colírios antibióticos.

Sinusite - Sinusite

Sinusite

Inflamação de um ou vários dos espaços aéreos, revestidos por uma mucosa, dos ossos do crânio que comunicam com o nariz (seios paranasais), produzida frequentemente por uma infeção procedente do nariz. Entre os seus sintomas destacam-se as dores de cabeça e a sensibilidade aumentada dos seios afetados, que chegam a encher-se de um material purulento que se expulsa pelo nariz. Nos casos persistentes pode tornar-se necessária a drenagem com uma intervenção cirúrgica.

balanite - Balanite

Balanite

Inflamação da glande, geralmente associada com o aperto do prepúcio. É mais própria da infância do que da idade adulta. Trata-se com antibióticos e evita-se a sua repetição com a circuncisão.

fibrose - Fibrose

Fibrose

Proliferação e formação de tecido conjuntivo com frequência consecutiva a uma inflamação ou a um traumatismo. A fibrose pulmonar intersticial é o espessamento e endurecimento do tecido que reveste os sacos aéreos (alvéolos) do pulmão e que causa dificuldade respiratória progressiva (dispneia).

Queratite - Queratite

Queratite

Inflamação da córnea do olho.

iododerma and bromoderma granulomatous reaction - Bromodermia

Bromodermia

Conjunto de lesões cutâneas causadas pelo bromo ou brometos: acne, eritema, inflamação, prurido.

Pneumonia - Pneumonia

Pneumonia

A pneumonia é uma infecção ou inflamação nos pulmões. Esta afeção pode ser causada por vários microorganismos diferentes, incluindo vírus, bactérias, parasitas ou fungos. Esta doença é muito frequente e afeta pessoas de todas as idades.

Os sintomas mais comuns de pneumonia são a tosse produtiva com expectoração, dores no tórax, febre, arrepios e falta de ar. Estes sintomas estão habitualmente muito relacionados com a extensão da doença. A auscultação pulmonar dos doentes com pneumonia apresenta habitualmente uma modificação característica da transmissão dos sons.

Na maioria dos casos, o diagnóstico confirma-se através de uma radiografia ao tórax. Podem, também, ser efectuados exames bacteriológicos da expectoração e do sangue, com o fim de identificar o microrganismo responsável. No entanto, em metade dos indivíduos com pneumonia não se chega a identificar o agente causal.

Ovarite - Ovarite

Ovarite

Inflamação do ovário.

24 04 26 fig01 - Blefarimose

Blefarimose

Estreitamento da abertura entre as pálpebras. Pode ser congénita mas também pode ser adquirida quando se produz a retração cutânea no canto externo dos olhos em consequência de uma inflamação.