Artigos

Hemólise - Hemólise

Hemólise

Destruição dos glóbulos vermelhos sanguíneos (eritrócitos). No interior do nosso organismo, a hemólise pode ser o resultado de um defeito nos próprios glóbulos vermelhos ou da ação de um veneno como uma infeção, assim como também pela atuação de anticorpos numa transfusão com sangue não compatível. A hemólise conduz à anemia. A hemólise que se produz numa amostra de sangue pode ser o resultado de uma extração e conservação defeituosas.

Escara - Escara

Escara

Crosta, originariamente de cor escura, que resulta de um tecido morto, por exemplo da pele, e se separa do tecido são depois de uma inflamação, infeção ou queimadura profunda. Ao destacar-se do tecido são, deixa uma zona deprimida (por vezes profunda) da cicatrização difícil.

Fístula - Fístula

Fístula

Comunicação anormal entre dois órgãos ocos ou entre um órgão oco e o exterior. Muitas fístulas devem-se a infeção ou a traumatismo. Por exemplo, uma fístula anal pode desenvolver-se como consequência da abertura espontânea de um abcesso no reto, criando uma comunicação entre o canal anal e a superfície da pele. Algumas fístulas são consequência de proliferação ou ulceração maligna: um carcinoma de cólon pode invadir e ulcerar a parede adjacente do estômago, originando uma fístulas gastrocólica. Outras fístulas desenvolvem-se como complicação da cirurgia. Depois de uma intervenção da vesícula biliar, a bílis pode derivar continuamente para a superfície cutânea através da ferida operatória.

Febre reumática - Febre reumática

Febre reumática

Doença que afeta principalmente as crianças e os adultos jovens e que surge como uma complicação tardia de uma infeção do trato respiratório superior pelo estreptococo B hemolítico do grupo A. Os sintomas mais frequentes são febre, artrite migratória (que salta de uma articulação para outra), manchas circulares avermelhadas na pele, pequenos nódulos indolores nas eminências ósseas como os cotovelos, movimentos involuntários anormais das extremidades e da cabeça e inflamação da membrana que rodeia o coração. Esta afeção pode progredir e tornar-se uma doença crónica do coração e das válvulas que causa doença cardíaca reumática crónica.