Artigos

Hepatologia

Hepatologia

Estudo dos assuntos relacionados com as funções e as doenças do fígado.

Arginina

Arginina

Aminoácido que desempenha um papel importante na formação da ureia no fígado.

Periepatite

Periepatite

Inflamação da membrana que reveste o fígado. Costuma estar associada a alterações hepáticas (abcesso hepático, cirrose, tuberculose) ou à peritonite crónica.

Hipocôndrios

Hipocôndrios

Regiões superiores e laterais do abdómen sob as quais estão localizados o fígado (à direita) e o baço (à esquerda).

Mononucleose

Mononucleose infeciosa

Doença infeciosa, também conhecida pela doença do beijo e é produzida pelo vírus de Epstein-Barr, que afeta os gânglios linfáticos do pescoço, das axilas e das virilhas. Apresenta-se principalmente nos adolescentes e nos adultos jovens. Depois de um período de incubação até sete semanas, o sintomas iniciam-se com tumefação e dores nos gânglios linfáticos, febre, dores de cabeça e de garganta e perda de apetite. Em alguns casos, o fígado é afetado causando hepatite e o baço aumenta de tamanho. A febre ganglionar diagnostica-se pela presença de grande número de monócitos no sangue. As complicações são raras, mas os sintomas podem persistir durante várias semanas antes da recuperação total.

Lecitina

Lecitina

Substância pertencente ao grupo dos fosfolípidos, importantes componentes das membranas celulares e que participam no metabolismo das gorduras no fígado.

canal hepático

Hepático, canal

Formado por dois canais procedentes do fígado e que se unem num canal comum. Este une-se com o canal cístico, proveniente da vesícula biliar, para formar o canal biliar comum (colédoco), que vai terminar no duodeno.

glicogenio

Glicogénio (ou glucogénio)

Hidrato de carbono formado por cadeias ramificadas de glicose (glucose). O glicogénio é a forma principal de armazenagem dos hidratos de carbono no organismo. Concentra-se no fígado e nos músculos e pode desdobrar-se rapidamente em glicose.

Hepatoma

Hepatoma

Tumor maligno do fígado que se origina nas células maduras hepáticas. Nos países ocidentais é raro nos indivíduos com fígado normal, mas desenvolve-se frequentemente em doentes afetados de cirrose.

Hepatite

Hepatite

Inflamação do fígado produzida por uma infeção vírica ou por algumas doenças como a disenteria amebiana e o lúpus. A hepatite infeciosa transmite-se através de alimentos ou bebidas contaminadas por um portador ou um doente e geralmente ocorre em condições sanitárias deficientes. Depois de um período de 15 a 40 dias, o doente inicia um processo febril com mal-estar. Uma semana depois aparece uma coloração amarela na pele, que persiste durante cerca de três semanas. Durante este período, a doença pode ser contagiosa. As complicações graves não costumam conferir imunidade. A hepatite sérica transmite-se por sangue infetado ou por canais sanguíneos que contaminam as agulhas para injeção, por transfusões sanguíneas ou por agulhas de tatuagem. Ver Icterícia.

D'autres mots-clés

dicionario da saude,ventriculite,hipogastro,abóbada palatina,funiculite,Quisto,abóbada craniana,diáfise,borato de sodio,mialgia epidêmica.