Artigos

Miose - Miose

Miose

Contração da pupila. Produz-se normalmente com luz intensa, certas afeções ou drogas, sendo a miose persistente devida, habitualmente, à terapêutica medicamentosa do glaucoma.

Enterospasmo - Enterospasmo

Enterospasmo

Potente contração do intestino geralmente acompanhada de dor.

Crise Convulsiva - Convulsão

Convulsão

Contração violenta e involuntária dos músculos voluntários que provoca a contração do corpo e das extremidades. As convulsões rítmicas das extremidades são caraterísticas do grande mal epilético. A febre pode produzir convulsões em crianças e jovens normalmente sãos.

Figura 3 contração - Contração

Contração

Encurtamento temporário de um músculo, quando submetido a um estímulo apropriado.

Antiperistaltismo - Antiperistaltismo

Antiperistaltismo

Onda de contração do tubo digestivo em direção oral (ou seja, para cima ou para trás). Antes, pensava-se que o antiperistaltismo se produzia no vómito, mas estudos fisiológicos modernos indicam que nunca ocorre no homem.

Tetania - Tetania

Tetania

Espasmo e contração dos músculos, principalmente da cara, mãos e pés. A tetania é causada pela redução do nível de cálcio no sangue, que pode dever-se a um défice de de função das glândulas paratiróides, ao raquitismo ou à alcalose.

Inotropo - Inotropo

Inotropo

Afeta a contração do músculo cardíaco. Algumas drogas têm uma ação inotropa positiva, estimulando as contrações do músculo cardíaco e provocando o aumento do ritmo cardíaco. As drogas betabloqueantes, como o propanolol, têm uma ação negativa inotropa, reduzindo as contrações do músculo cardíaco e provocando uma descida da frequência do ritmo cardíaco.