Pieolonefrite - Pieolonefrite

Pieolonefrite

Infeção bacteriana do parênquima renal. Na pielonefrite aguda, o doente tem dores na região lombar, temperatura elevada e calafrios. O tratamento consiste na administração de um antibiótico adequado. Deve efetuar-se uma exploração urológica completa para descobrir qualquer anomalia subjacente e impedir recaídas. Na pielonefrite crónica, os rins diminuem de tamanho e esclerosam-se conduzindo, finalmente, a uma insuficiência renal.

Pancreatite - Pancreatite

Pancreatite

Inflamação do pâncreas. A pancreatite aguda é uma doença súbita em que o doente sente uma dor intensa na parte superior do abdómen e nas costas. A sua causa é incerta. Pode ser confundida com uma úlcera péptica perfurada, mas distingue-se deste quadro clínico porque a enzima amilase está elevada no sangue. O tratamento consiste em alimentação endovenosa e drogas anticoliunérgicas.

A pancreatite recidivante, afeção em que os sintomas são recorrentes e menos graves, e que pode estar associado a cálculos vesiculares e ao alcoolismo. A prevenção das recidivas consegue-se com a extirpação da vesícula biliar e a eliminação de álcool e de gorduras na dieta. A pancreatite crónica pode produzir sintomas semelhantes à pancreatite recidivante e pode ser indolor. Conduz, às vezes, à insuficiência pancreática e, consequentemente, à diabetes mellitus. O pâncreas apresenta, com frequência, calcificações, traduzidas em imagens observáveis aos raios X.

Pancreatectomia - Pancreatectomia

Pancreatectomia

Extirpação total ou parcial cirúrgica do pâncreas. A pancreatectomia total compreende toda a glândula e parte do duodeno. Na pancreactomia subtotal extirpa-se a maior parte da glândula, deixando unicamente uma pequena parte junto do baço. Na pancreactomia parcial só se extirpa uma parte da glândula. Estas operações efetuam-se devido a tumores da glândula ou uma pancreatite crónica. Após uma pancreatectomia total ou subtotal, é necessário administrar enzimas pancreáticas durante as refeições, a fim de facilitar a digestão e insulina para substituir a que a glândula segrega normalmente.

Progesterona - Progesterona

Progesterona

Hormona esteróide segregada pelo corpo amarelo do ovário, a placenta e também em pequenas quantidades pelo córtex suprarrenal e os testículos. É a responsável pela preparação do revestimento interior (endométrio) do útero para a gravidez. Se a fecundação se produz, a progesterona mantém o útero durante toda a gravidez e impede a libertação de novos óvulos do ovário.

Polidipsia - Polidipsia

Polidipsia

Sede intensa anormal que leva a beber grandes quantidades de líquidos. É um sintoma típico da diabetes mellitus e a da diabetes insípida.

Prisão de ventre - Prisão de ventre

Prisão de ventre

Obstipação. Condição em que a evacuação intestinal se produz com pouca frequência, as fezes são duras e pequenas ou quando a expulsão das mesmas é difícil e dolorosa. A frequência da evacuação intestinal varia consideravelmente de indivíduo para indivíduo e não se pode estabelecer com precisão um ritmo normal. A prisão de ventre num indivíduo que tem um trânsito intestinal regular pode ser indício de uma doença intestinal. A prisão de ventre recorrente e crónica trata-se com uma dieta rica em resíduos e a administração de laxantes ou enemas.

Prognatismo - Prognatismo

Prognatismo

Estado em que a mandíbula é muito maior do que o maxilar superior e sobressai para a frente.

Pele - Pele

Pele

Membrana que reveste o organismo, formada por uma camada externa, a epiderme, e uma camada interna, a derme. Por baixo da derme existe uma camada de tecido gordo. A pele tem diversas funções. A epiderme protege o corpo contra os traumatismos e a invasão de parasitas. Ajuda também a evitar a desidratação do corpo. O conjunto dos pêlos eréteis, glândulas sudoríparas e capilares sanguíneos da pele faz parte do mecanismo regulador da temperatura corporal. Quando o corpo está demasiado quente, aumenta a perda de calor por meio da sudação e dilatação dos capilares. Quando o corpo está muito frio, as glândulas sudoríparas permanecem inativas, os capilares contraem-se e a camada de ar mantém-se sobre a epiderme por ação dos pêlos eréteis. Do mesmo modo, a pele atua como órgão sensorial (contém os recetores sensíveis ao calor, ao frio, ao tato e à dor). A camada de gordura por baixo da derme pode atuar como reservatório de alimento e água.

Psoríase - Psoríase

Psoríase

Doença cutânea crónica em que se formam zonas avermelhadas escamosas nos cotovelos, antebraços, joelhos, pernas, couro cabeludo, unhas e outras partes do corpo. Pode também afetar as articulações (atrite psoriática).

Poliopia - Poliopia

Poliopia

Visão de imagens múltiplas de um objeto. Às vezes é uma sensação que têm os indivíduos com catarata precoce.