Plexo solar - Plexo solar

Plexo solar

Malha de nervos e gânglios simpáticos na parte superior e anterior do abdómen.

Perineoplastia - Perineoplastia

Perineoplastia

Operação de enxerto tissular que se pratica para reparar a zona situada entre a vulva e o ânus.

Piloro - Piloro

Piloro

Extremidade inferior do estômago que conduz ao duodeno. Termina como um anel muscular denominado esfíncter pilórico, que se contrai para fechar a abertura que faz comunicar o estômago com o duodeno.

Paralisia geral progressiva - Paralisia geral progressiva

Paralisia geral progressiva

Afeção tardia da infeção luética (sífilis). Os sintomas são os da demência e observa-se uma atrofia espástica das extremidades. Pode ocorrer surdez, epilepsia e disartria (dificuldade na pronúncia). A bactéria infectante pode aparecer nas células do cérebro e a reação de Wasserman costuma ser positiva no sangue e no líquido cefalorraquidiano.

Paraplegia - Paraplegia

Paraplegia

Paralisia de ambas as extremidades inferiores, geralmente devida a uma doença ou traumatismo da espinal medula. Costuma ser acompanhada por perda da sensibilidade abaixo do nível em que se produz o traumatismo e perturbações da função vesical.

pressao sanguinea - Pressão sanguínea

Pressão sanguínea

Pressão do sangue exercida sobre as paredes das artérias mais importantes. A pressão é mais elevada durante a sístole, quando os ventrículos se contraem e menor durante a diástole, quando os ventrículos estão relaxados e a encherem-se. A pressão arterial mede-se com o esfigmomanómetro na artéria umeral do braço, onde a pressão é semelhante à que se estabelece à saída do coração. A pressão normal varia com a idade e um adulto jovem deve ter uma pressão sistólica à volta de 120 milímetros e uma diastólica de 80 milímetros. Estas pressões anotam-se como 120/80. As variações individuais são comuns. O exercício muscular e os fatores emocionais como o medo, o stress e a excitação elevam a pressão sistólica.

Por norma, a pressão sistólica desce durante o sono. A pressão sanguínea mantém-se a nível normal pelo controlo do sistema nervoso simpático e de certas hormonas.

Parestesia - Parestesia

Parestesia

Sensação anormal e espontânea de formigueiro. Constitui um sintoma de lesão parcial de um nervo periférico.

Puberdade - Puberdade

Puberdade

Período em que ocorre o desenvolvimento da maturidade sexual e os órgãos de reprodução se tornam funcionais. manifesta-se nos dois sexos pelo aparecimento de caracteres sexuais secundários. Estas mudanças ocorrem devido a um aumento da atividade hormonal sexual, provocada pela estimulação dos ovários e dos testículos pelas hormonas hipofisárias.

Periureterite - Periureterite

Periureterite

Inflamação dos tecidos à volta do ureter. Costuma estar associada à inflamação do ureter, geralmente acima de uma obstrução provocada por um cálculo ou uma estenose. O tratamento destina-se a eliminar a obstrução do ureter e controlar a infeção com antibióticos.

Palato - Palato (abóbada palatina, céu da boca)

Palato (abóbada palatina, céu da boca)

Parte superior da boca que a separa das fossas nasais, formada por duas partes. O palato duro, na zona anterior da boca, é constituído pela apófise do maxilar superior e os ossos palatinos e está revestido por uma membrana mucosa. O palato mole, na parte posterior da boca, consiste numa dobra da membrana mucosa que forma uma saliência pendente carnuda (a úvula) e nos músculos envolventes.