Glândula pineal

Glândula pineal (epífise)

Massa de tecido do tamanho de uma ervilha unida mediante um pedículo à parede posterior do terceiro ventrículo do cérebro, profundamente situada entre os dois hemisférios, na parte posterior do crânio. Parece desempenhar um papel na iniciação do desenvolvimento das gónadas, embora esta afirmação seja incerta. Nos mamíferos segrega a substância hormonal melatonina. A glândula calcifica-se com o envelhecimento, provocando uma marca demonstrativa nas radiografias do crânio.