Elefantíase

Elefantíase

Hipertrofia marcada da pele e do tecido conjuntivo subjacente provocada pela obstrução dos vasos linfáticos que impede a drenagem da linfa dos tecidos. A inflamação e o espessamento destas paredes dos vasos e a sua eventual obstrução costuma ser produzida por um verme parasita filária (Wuchereria bancrofti e Brugia malayi). As partes afetadas com mais frequência são as extremidades inferiores, mas também pode localizar-se no escroto, nas mamas e na vulva. É possível, por meio de técnicas cirúrgicas, remover o excesso de tecido conjuntivo e de pele.