drogas

Dependência

Conjunto de efeitos físicos e/ou lógicos produzidos pela administração habitual de determinadas drogas e que se carateriza pela compulsão para continuar a consumir a referida droga. Na dependência física, a abstenção da droga provoca sintomas específicos (sintomas de abstinência), como suores, vómitos, tremores, que desaparecem quando volta a ser administrada a droga. Entre as substâncias que podem induzir a uma dependência física incluem-se o álcool e as drogas duras (morfina, heroína e cocaína). A dependência das drogas duras leva a uma elevada mortalidade, em parte por sobredoses, que podem ser mortais e, em parte porque a sua administração endovenosa pode levar a determinadas infeções como a hepatite e a sida. O tratamento da dependência é difícil e exige especialistas muito experimentados.

Por outro lado, mais comum ainda é a dependência psicológica, em que o uso de determinadas drogas induz a continuar o seu uso pelo estado de confiança e bem-estar que produzem. Nestes casos não se originam sintomas físicos de abstinência quando se deixa de receber a droga. Entre as substâncias que causam uma dependência psicológica podem citar-se a nicotina do tabaco, a cannabis e numerosas drogas suaves.