Ateroma

Ateroma

Degeneração das paredes arteriais causada pela formação nas mesmas de placas gordas e tecido de cicatriz. O ateroma limita a circulação sanguínea e predispõe à trombose. É corrente nos adultos dos países ocidentais. As suas causas principais são a alimentação rica em gorduras animais e o açúcar refinado, o tabaco, a obesidade e a inatividade. Às vezes é assintomático mas com frequência causa complicações derivadas da obstrução arterial na meia-idade e na idade avançada da vida (por exemplo, a angina do peito, o ataque cardíaco, a apoplexia e a gangrena). O melhor tratamento é a sua prevenção, embora alguns sintomas se possam melhorar com a terapêutica medicamentosa (por exemplo, na angina de peito, a trinitoglicerina) ou o bypass cirúrgico (curto-circuito ou exclusão) da obstrução arterial.